Lei de proteção de dados

LGPD
Lei de Proteção de Dados

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), aprovada em 14 de agosto de 2018 com base no Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) da UE, exige que as organizações cumpram requisitos rigorosos no processamento de dados pessoais com o objetivo de proteger os direitos fundamentais de privacidade e liberdade por meio do uso de medidas técnicas e administrativas. Se as empresas já estão adiantadas nas questões jurídicas, elas precisam ficar de olho nas ferramentas tecnológicas para estar em consonância com a legislação.

Apesar do início da pandemia COVID-19 e de um atraso planejado na aplicação até dezembro de 2020 ou maio de 2021, a LGPD foi sancionada em 18 de setembro de 2020 e está em vigor desde então. No entanto, as sanções previstas na lei foram aplicadas em 1º de agosto de 2021.

Saiba como se adequar a LGPD:

O que é DLP?

Data Loss Prevention (DLP) pode ser definida como tecnologias que realizam inspeção de conteúdo e análise contextual de dados enviados por meio de aplicativos de mensagens, como e-mail e mensagens instantâneas, em movimento pela rede, em uso em um dispositivo gerenciado, e em repouso em servidores de arquivos locais ou em aplicativos e armazenamento em nuvem.

Como a DLP pode ajudar na conformidade LGPD?

  • Descubra onde os dados pessoais são armazenados: um requisito de conformidade comum é saber onde seus dados estão – caso contrário, você não poderá protegê-los. A LGPD exige que as organizações sob sua jurisdição criem e mantenham um inventário de dados ou mapa de dados das informações pessoais que coletam e processam. Isso significa que você precisa entender como e onde os dados são usados, bem como onde são armazenados.

Um software DLP, como o da Safetica, é equipado com serviços de descoberta de dados e permite que os administradores examinem todo o conjunto de dispositivos em busca de dados protegidos. Ao escanear e monitorar dados em repouso, essas ferramentas podem fornecer visibilidade de dados e, assim, ajudá-lo a criar um inventário de dados.

As políticas de DLP podem ser baseadas em perfis predefinidos ou conteúdo personalizado, permitindo que as empresas pesquisem dados pessoais cobertos pelas leis de privacidade. Dessa forma, você pode saber quais dados são transferidos para onde, gerar relatórios a partir dos resultados e encaminhá-los à Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), mediante solicitação.

  • Exclua os dados pessoais quando for necessário ou não for mais necessário: e acordo com a LGPD, os consumidores têm o direito de solicitar a exclusão de suas informações pessoais. Isso significa que as empresas devem garantir que seus dados não sejam mais armazenados em sua rede. Mas os dados muitas vezes podem acabar em terminais não autorizados. Os colaboradores partilham informação no exercício das suas funções, sem respeitar as políticas internas relativas a dados sensíveis.

Uma solução DLP pode ajudá-lo com solicitações de exclusão por meio de seus recursos de digitalização de dados em repouso. Isso permite que as empresas pesquisem em suas redes inteiras conjuntos de dados específicos e, quando encontrados, podem realizar ações de remediação, como exclusão ou criptografia. Dessa forma, os administradores podem controlar facilmente quais dados pessoais permanecem na rede e nos dispositivos de uma empresa.

  • Limite o uso de dados pessoais: a LGPD exige que as empresas esclareçam a finalidade da coleta e uso de dados pessoais e permaneçam leais a elas. Isso significa que eles precisam garantir que os dados pessoais não sejam usados para qualquer outra finalidade fora dos serviços pretendidos. As organizações também devem impedir que seja carregado em serviços de nuvem privada ou copiado para dispositivos não autorizados.

Usando scanners poderosos para identificar dados confidenciais e monitorar seu movimento, as soluções DLP podem ajudá-lo com esse requisito de conformidade. Depois de descobrir os dados pessoais, os administradores podem restringir ou bloquear sua transferência para fora ou dentro da organização. Dessa forma, os usuários não poderão mais fazer upload, copiar e colar ou imprimir dados confidenciais.

  • Evite adulteração e perda de dados: a LGPD exige que as empresas usem medidas técnicas e administrativas para proteger os dados pessoais contra acesso não autorizado, destruição ou perda. As soluções de DLP são uma parte essencial desse arsenal, evitando incidentes que podem levar a violações de dados, digitalizando e monitorando dados em repouso e em movimento. Com políticas predefinidas e personalizadas que podem restringir ou bloquear as transferências de dados, essas soluções podem ajudá-lo a garantir que os dados pessoais não saiam da rede da empresa.                                                                                                                                         
  • Manter os padrões de segurança de dados pessoais: a LGPD exige que as empresas projetem seus sistemas e procedimentos de processamento de dados tendo em mente a privacidade por padrão. Isso significa que a privacidade deve ser uma configuração padrão, e não uma reflexão tardia. As organizações também devem estar preparadas para demonstrar a eficácia das medidas de segurança de dados adotadas à ANPD, uma vez que uma auditoria pode ser realizada a qualquer momento.

As ferramentas DLP oferecem uma visão incomparável dos dados da sua empresa. Os administradores podem definir regras estritas para conjuntos específicos de dados confidenciais e, ao mesmo tempo, permitir que os funcionários gerenciam dados fora dessas categorias livremente. Com uma solução DLP, também fica mais fácil determinar violações de políticas e relatá-las aos processadores para que tomem medidas.

CONCLUSÃO

Através das soluções de DLP Safetica, é possível identificar possíveis ameaças aos dados confidenciais e criar políticas que impedirão os vazamentos de dados, independente de onde esses arquivos estejam armazenados.

A DLP Safetica oferece uma solução completa que protege empresas contra vazamento de dados acidental ou proposital, más intenções de pessoal interno, problemas de produtividade, riscos da implementação de políticas BYOD (traga seu próprio dispositivo), entre outros problemas. Com ele, é possível impedir o vazamento de informação mediante o controle e monitoramento do uso de dados dentro e fora da empresa, e muito mais.

SOBRE A SAFETICA

Proteção especializada

A solução Safetica cobre todas as áreas de segurança de dados e ameaças internas. Com especialistas com quase vinte anos de experiência, entendem o risco de dados internos.

Simplicidade em segurança

Nunca à custa da produtividade. A solução Safetica não cria carga desnecessária para os funcionários ou o departamento de TI, porque o “Time-To-Value” é imprescindível.

Multiplataforma

Proteção dos dados em todos os endpoints, dispositivos, todos os principais sistemas operacionais e na nuvem, fronteiras externas e zonas internas.

Entre em contato

Não perca tempo

Entre em contato com nossa equipe especializada

Se interessou pelos nossos serviços? Entre em contato e conheça as nossas cases de sucesso!

    Por que a Llevon?

    Nós fazemos o diferencial para sua empresa.

    Suporte ilimitado

    Tenha suporte 24h por dia, 7 dias por semana